top of page
  • Foto do escritorDr. Thiago

Cefaleia


Quais as principais diferenças entre a dor de cabeça e a enxaqueca?
Dor de cabeça X Enxaqueca

No Brasil, tanto a dor de cabeça quanto a enxaqueca são problemas de saúde relevantes, impactando negativamente na vida das pessoas, incluindo perda de produtividade no trabalho e alto absenteísmo. Estudos epidemiológicos revelam que aproximadamente 15% da população brasileira sofre com enxaqueca, sendo mais comum em mulheres.


A dor de cabeça pode ser desencadeada por diversos fatores, como tensão muscular, estresse, desidratação e sinusite, e seus sintomas incluem dor na cabeça, sensibilidade à luz e ao som, rigidez no pescoço e náuseas leves. Geralmente, responde bem a tratamentos com analgésicos de venda livre e autocuidado.


Por outro lado, a enxaqueca é uma forma específica de dor de cabeça caracterizada por episódios recorrentes de dor moderada a intensa, acompanhada de sintomas adicionais. É uma condição neurológica complexa, com causas multifatoriais, como genética e sensibilidade a estímulos ambientais. Seus sintomas incluem dor latejante, sensibilidade à luz e ao som, náuseas e, às vezes, aura. As enxaquecas podem ser incapacitantes e durar de horas a dias.


Compreender a diferença entre dor de cabeça e enxaqueca é crucial para um diagnóstico correto e tratamento eficaz. O tratamento da enxaqueca geralmente envolve medicamentos preventivos e agudos, além de mudanças no estilo de vida, como dieta, sono e gerenciamento do estresse.


Referências:



Queiroz LP. Worldwide epidemiology of migraine. Curr Pain Headache Rep. 2013;17(8):1-8. doi:10.1007/s11916-013-0345-8


Sempértegui GA, Fernández de Las Peñas C, Guerrero-Peral AL, García de la Peña C, Florencio LL. Current overview of the diagnosis and management of migraine in adults in Brazil. Int J Environ Res Public Health. 2021;18(14):7454. doi:10.3390/ijerph18147454

Comments


bottom of page