top of page
  • Foto do escritorDr. Thiago

A importância da identificação do autismo em adultos e os desafios associados ao diagnóstico tardio

Atualizado: 19 de mar.


Entenda os impactos do diagnóstico tardio do autismo
Autismo: diagnóstico tardio

O diagnóstico tardio do autismo em adultos é uma questão complexa que envolve uma série de desafios e implicações significativas para a vida dessas pessoas. Enquanto o autismo é frequentemente identificado na infância, muitos indivíduos podem não receber um diagnóstico até a idade adulta, o que pode resultar em anos de dificuldades não reconhecidas e mal compreendidas.


A importância da identificação precoce do autismo reside na oportunidade de acesso a intervenções e suportes adequados desde tenra idade, o que pode melhorar significativamente os resultados a longo prazo. No entanto, quando o diagnóstico é adiado até a idade adulta, esses indivíduos podem ter perdido anos cruciais de intervenção precoce e apoio necessário para desenvolver habilidades sociais, comunicativas e adaptativas.


O diagnóstico tardio também pode ter implicações emocionais e psicológicas significativas. Muitos adultos autistas relatam sentimentos de isolamento, confusão e inadequação ao longo de suas vidas, sem compreender totalmente as razões por trás de suas dificuldades. O diagnóstico tardio pode trazer um senso de validação e compreensão, permitindo que essas pessoas identifiquem suas necessidades específicas e busquem os recursos e apoios apropriados para enfrentar seus desafios.


Referências:


Loomes, R., Hull, L., & Mandy, W. P. (2017). What Is the Male-to-Female Ratio in Autism Spectrum Disorder? A Systematic Review and Meta-Analysis. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, 56(6), 466–474.


Hannon, G., & Taylor, E. P. (2013). Suicidal behavior in adolescents and young adults with ASD: findings from a systematic review. Clinical Psychology Review, 33(8), 1197–1204.


Crane, L., Chester, J. W., Goddard, L., Henry, L. A., & Hill, E. (2016). Experiences of autism diagnosis: A survey of over 1000 parents in the United Kingdom. Autism, 20(2), 153–162.

Comments


bottom of page